O temido visto norte-americano – Dicas

A parte mais difícil de planejar uma viagem para os Estados Unidos é passar pelo processo de obtenção do visto. Até o início dos anos 2000, era possível obter o documento via despachante, sem necessidade de entrevista pessoalmente nos consulados. Porém, hoje, o processo exige não apenas uma, mas duas visitas aos postos dos consulados dos EUA no Brasil.

O local mais procurado pelos brasileiros é São Paulo. Felizmente, hoje, há datas disponíveis para agendamento da entrevista até na mesma semana, um incômodo a menos para quem precisa do documento rapidamente. Outra facilidade, principalmente para quem mora longe, é a possibilidade de agendar a visita ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitando de Visto) aos domingos. Assim, pode-se realizar a primeira etapa no domingo e a entrevista na segunda, perdendo apenas um dia útil de nossas vidas para isso.

O processo, apesar de chato, não é tão complicado como parece. Não há a menor necessidade de contratar um terceiro para auxílio. Basta ler com atenção todas as orientações.  Quem não sabe inglês, não tem com o que se preocupar também, pois tudo é traduzido.

Site oficial de Informações de Visto para os Estados Unidos: de Informações de Visto para os Estados Unidos: https://usvisa-info.com/pt-br/selfservice/ss_country_welcome
Site oficial de informações de visto para os Estados Unidos: de Informações de Visto para os Estados Unidos: https://usvisa-info.com/pt-br/selfservice/ss_country_welcome

O formulário

O formulário online (DS-160) é extenso mas relativamente simples de ser preenchido. A maior dúvida surge no campo da data da viagem e do local em que se hospedará nos EUA, pois a maioria das pessoas não tem ainda estas definições. O que é corretíssimo, pois não é recomendado comprar passagem e reservar hospedagem antes de ter a certeza de que conseguirá o visto. A solução é preencher estes campos com a data estimada da viagem e com o endereço de hoteis das cidades que pretende visitar.

O formulário pode variar de pessoa para pessoa. Por exemplo, no campo relacionado ao vínculo empregatício, quem está na mesma empresa há mais de cinco anos preenche apenas uma vez as informações sobre o emprego. Quem está há menos de cinco anos precisa continuar preenchendo as informações dos últimos empregos que teve, até completar o histórico dos últimos cinco anos.

Visto antes de 2004

Quem tem, como eu, um visto vencido emitido antes de 2004 precisa passar por todo o processo como se fosse o primeiro visto. Para estes casos, o formulário fica um pouco mais extenso, pois é necessário preencher as informações do visto vencido e as datas em que esteve nos EUA. Eu não tinha certeza de algumas datas, pois se tratavam de viagens feitas em “1900 e bolinha” e coloquei a data estimada sem problemas. Até mesmo viagens em que fiz apenas uma conexão pelos EUA eu inseri, para não ter nenhum problema.

Visita ao CASV

É a parte mais tranquila do processo. Basta comparecer com o passaporte, a página de confirmação de preenchimento do formulário e o comprovante de agendamento. O consulado também pede o boleto e o comprovante de pagamento da taxa, mas quando fomos ninguém olhou. As filas são organizadas pelo horário agendado, por isso, não adianta chegar muito cedo. A primeira fila é só para checagem desses formulários. A segunda já é para tirar a foto e as digitais. E pronto. Demoramos menos de 1 hora para entrar e sair do CASV.

Entrevista no Consulado

No Consulado, o processo é um pouc0 mais demorado e bagunçado. A primeira fila é apenas para separar as pessoas de acordo com o horário. Para isso, é feita a leitura do código de barras que anexam no verso do passaporte durante a visita ao CASV. Quando o seu respectivo horário é liberado, é a vez de entregar os passaportes junto com a página de confirmação do formulário e o comprovante de agendamento.

A fila seguinte é apenas para passar pela segurança. Vá com bastante paciência pois os seguranças não são nada gentis. Nos sentimos como criminosos em potenciais! Mas tente relevar isso.

Passando pelo detector de metais, chegamos a um galpão onde são feitas as entrevistas. É necessário esperar chamarem o seu nome para pegar novamente o passaporte e aí entrar na fila dos guichês onde são feitas as entrevistas. No dia em que fomos, os alto-falantes estavam bem ruins e era difícil entender os nomes que estavam sendo chamados. Não há uma ordem, pois quando entregamos os passaportes eles são ordenados de forma aleatória.

Nos guichês, é preciso ter sorte. Nós tivemos o azar de entrar na fila de um guichê com um senhor que demorou cerca de 30 minutos para finalizar o atendimento. A maioria dos atendimentos demora menos de 10 minutos, até mesmo cinco minutos, como o nosso caso. Perguntaram apenas:

– Para onde vão?

– Trabalham com o quê?

E pronto. Visto concedido. A devolução do passaporte com o visto é feita via correios e demora no máximo dez dias.

Dicas práticas

– Bem em frente ao consulado, há pequenos comércios que oferecem guarda-volumes. O preço varia de 5 reais, para itens que cabem em uma gavetinha, a 10 reais, para bolsas inteiras.

– A 10 minutos de caminhada do consulado, há a estação de trem Morumbi, que faz conexão com as linhas de metrô. Vale a pena para quem não quer gastar com táxi ou enfrentar o trânsito de SP.

– Vá ao banheiro antes de entrar no Consulado, pois lá dentro disponibilizam apenas banheiros químicos, sem pia para lavar as mãos!

– Leve por garantia o máximo de documentos que comprovem o seu vínculo com o Brasil, mesmo que não sejam pedidos.

Anúncios

3 comentários

  1. Consegui tirar o meu visto. Fiquei c/ medo mas deu td certo. Agora farei a minha primeira trip p/ os eua. To precisando de um bom seguro viagem. Indicações? Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s