Ilhas Frioul – Marseille

O arquipélago de Frioul é uma atração imperdível em Marseille. O conjunto de quatro pequenas ilhas fica a apenas quatro quilômetros de distância e há barcos fazendo o trajeto regularmente por cerca de dez euros (ida e volta), saindo do porto velho (Vieux-Port).

A mais famosa das ilhas é a minúscula If onde está o famoso Chateau d´If, imortalizado pelo romance O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas. O castelo que por séculos serviu de prisão é aberto à visitação, porém quando a maré está agitada os barcos não atracam na ilha. Tivemos o azar de escolher um dia de maré brava para fazer o passeio ao Chateau d´If e foi frustrante não poder visitá-lo. Pudemos vê-lo apenas de longe.

marseille

Em compensação, acabamos fazendo o passeio às outras ilhas de Frioul e foi uma surpresa magnífica! As duas maiores ilhas, Pomègues e Ratonneau, são ligadas por um dique. É ali que os barcos atracam.

marseille

As atrações mais interessantes estão na ilha Ratonneau. Prepare-se para andar bastante! A caminhada começa com vistas incríveis de Marseille.

marseille

Logo, chega-se à Calanque de Morgiret, que é linda mas não chega nem perto da próxima calanque, a de Saint-Estève.

marseille

A Calanque de Saint-Estève é simplesmente deslumbrante. Trata-se de uma pequena praia de águas cristalinas que se forma entre as rochas.

marseille

Dá para ficar horas apenas admirando a paisagem paradisíaca.

marseilleA água, infelizmente, é geladíssima (estávamos em meados de junho). Mas alguns corajosos se arriscavam a dar rápidos mergulhos.

marseille

Além da natureza espetacular, as ilhas Frioul possuem uma história muito rica. Pela localização estratégica, foram sempre utilizadas por comerciantes, guerreiros e aventureiros. Desde o século XVII, foi utilizado para abrigar as tripulações que ficavam em quarentena antes de serem autorizadas a entrar na cidade.

No começo do século XIX, foi construído o Hospital Caroline, para o tratamento de pacientes com febre amarela. Hoje, restam apenas as ruínas, que estão sendo restauradas aos poucos.

marseille

O hospital e várias construções da época encontram-se totalmente abandonados desde a II Guerra Mundial, quando a ilha foi praticamente destruída. É interessante observar o contraste da bela natureza com os cenários horripilantes do abandono.

marseille

No topo da ilha, há as ruínas de uma fortaleza. Vale a pena subir para admirar a paisagem.

marseille

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s