Budapeste – Roteiro de 2 dias

Budapeste é uma das cidades mais lindas da Europa. Fundada em 1873, a capital húngara é o resultado da junção de três cidades distintas: Buda, Ôbuda e Peste. As duas primeiras são separadas de Peste pelo belíssimo Rio Danúbio. O conjunto é indescritível. Dez pontes cruzam o rio tornando o visual magnífico.

Dois dias cheios (sem contar os dias da chegada e da saída) podem parecer pouco à primeira vista, mas se organizando dá para conhecer os principais pontos turísticos da cidade, dedicando mais tempo para alguns do que para outros, de acordo com o interesse de cada um. Há muitas atrações relacionadas às guerras mundiais, que devastaram a região, e que valem a pena ser conferidas.

Este foi o roteiro que fizemos:

1º dia:

– Ponte das Correntes, a mais linda das pontes que cruzam o Rio Danúbio, ligando Buda a Peste;

ponte das correntes

– Castelo de Buda, que abriga a Galeria Nacional Húngara e o Museu de História de Budapeste;

castelo de buda

– Igreja Mathias, onde foram coroados vários imperadores como Sissí e Francisco José;

igreja mathias

– Bastião dos Pescadores ou Halászbástya, construção magnífica com sete torreões que comemoram as sete tribos que fundaram Hungria no ano 896 e fornece uma das melhores vistas da cidade;

bastião dos pescadores

– Castle Cave, sistema de túneis subterrâneos ao redor do Castelo de Buda;

labirinto

– Casa do Terror, museu que foi prisão, local de tortura e extermínio, tanto na época dos nazistas, como na dos comunistas;

casa do terror

– Praça dos Heróis, com o Monumento do Milenário em comemoração aos líderes e aos heróis nacionais;

praça dos herois

– Parque Municipal Varosliget e o magnífico Castelo de Vajdahunyad;

castelo em budapeste

– Ópera Hungara, edifício neo-renascentista italiano, cujo interior pode-se visitar;

opera hungara

– Basílica de São Estevão, a maior igreja da cidade;

basilica de sao estevao

– Igreja na Caverna, totalmente localizada no interior da montanha Gellért;

igreja na caverna

– Passeio de barco noturno pelo Rio Danúbio (imperdível!).

rio danubio

2º dia:

– Monte São Geraldo, oferece a melhor vista panorâmica de Budapeste;

vista de budapeste

– Cidadela, fortaleza situada no Monte São Geraldo que abriga um bunker da II Guerra Mundial aberto a visitação.

bunker

– New York Café, o mais lindo do mundo;

new york cafe

– Parlamento Húngaro, a atração mais disputada de Budapeste, oferece visitas guiadas com duração de 1h30. Ingresso precisa ser comprado antecipadamente!

parlamento hungaro

– Bairro Judeu, que abriga a maior sinagoga da Europa (Nagy Zsinagoga);

nagy sinagoga

A única atração famosa que não fomos porque estava fechada foi o Mercado Central de Budapeste. Também optamos por não ir, mais por falta de vontade do que de tempo, no Hotel Gellért, que é considerado a melhor opção para banhos termais e conta com um complexo de treze piscinas.

Nossos jantares foram sempre na Raday Utca, famosa rua repleta de barzinhos e restaurantes, onde nos hospedamos e recomendamos muito!

Para se movimentar na cidade, além de caminhar muito, use as linhas de metrô e ônibus. Deixe os táxis apenas para lugares mais distantes como o Monte São Geraldo.

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s