Mina Jeje – Ouro Preto

ouro preto
Entrada da Mina Jeje

Ouro Preto possui mais de 300 minas mapeadas e algumas delas são abertas à visitação. A mais bonita é a Mina Jeje, datada do século 18. Dela, foram extraídas centenas de quilos de ouro a um custo alto. Os escravos que trabalhavam nas minas não passavam dos 25 anos. Morriam com os pulmões petrificados em poucos anos de trabalho. As condições eram péssimas. Os escravos não saíam das minas nem para satisfazer as suas necessidades fisiológicas.

mina de ouro
Corredores estreitos

Mais de um milhão de escravos trazidos da África viveram em Minas Gerais durante o ciclo do ouro. O metal precioso enriqueceu muita gente e tornou a cidade de Ouro Preto, originalmente Vila Rica, famosa. O ouro extraído ali decorou muita igreja e palácio na Europa.

A visita à Mina Jeje custa 15 reais e dura cerca de 30 minutos, dependendo do seu interesse, pois o guia se mostra bem disponível para responder qualquer pergunta e é bastante detalhista nas respostas.

visita a mina
Guia conta a história da mina

Para entrar, é preciso colocar um capacete, pois o corredor que dá acesso ao centro da mina se estreita em algumas partes e é preciso andar inclinado.

Fora isso, o passeio é bem tranquilo, não espere uma aventura. Para os mais corajosos, ficamos sabendo que existem passeios pelos antigos túneis, alguns tomados pela água. Inclusive, a mina foi redescoberta nos tempos atuais por meninos da região que usavam os túneis escuros para brincar e nadar. Corajosos, não?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s