Castelo de Praga

Castelo de Praga
No alto, o Castelo de Praga

O Castelo de Praga é o maior do mundo, segundo o Guinness. Possui nada menos do que 70 mil metros quadrados. O castelo, na verdade, é um complexo que reúne diversas construções de estilos distintos, acrescentadas e modificadas ao longo dos séculos. O resultado é bem diferente daquilo que esperamos de um castelo. É mais parecido com uma minicidade.

Castelo de Praga
O imponente interior da Catedral de São Vito

A origem do castelo data do século 9 e confunde-se com a própria história da fundação de Praga. A construção mais exuberante é sem dúvida a Catedral de São Vito, construída em estilo gótico a partir de 1344 pelo imperador romano germânico Carlos IV, que adotou Praga como sua residência imperial, fundando na cidade grandes instituições, incluindo a primeira universidade da Europa Central.

As construções renascentistas são frutos dos Habsburgs, os austríacos que governaram por quase 400 anos a região, a partir do início do século 16. Durante o governo dos Habsburgs, houve uma série de conflitos religiosos, que levou à Revolta Protestante, em 1618. No dia 23 de maio deste ano, cerca de 100 nobres protestantes invadiram o Castelo de Praga em protesto contra a ascensão do arquiduque Ferdinando.

Portão de Matias
A entrada do Castelo e o Portão de Matias, de 1614

Neste episódio, conhecido como a Defenestração de 1618, dois governadores católicos foram jogados pela janela do Palácio Real junto com um secretário. Os três sobreviveram ao cair em um monte de esterco, o que foi interpretado como um milagre. Este fato marcou o início da Guerra dos Trinta Anos.

Em 1918, com a fundação da república independente da Tchecoslováquia, o castelo tornou-se a sede do governo e até hoje o presidente da República Tcheca possui um gabinete lá, situado no bloco de edifícios logo em frente à Catedral de São Vito.

O Palácio Real fica à direita da Catedral e preserva salões góticos e renascentistas. Não há muito mobiliário. O mais interessante talvez seja o Arquivo da Nova Terra, série de aposentos decorados com os escudos dos arquivistas entre 1561 e 1774.

Castelo de Praga
Convento e Basílica de São Jorge

Logo em frente chegamos ao Convento de São Jorge, o primeiro da Boêmia, fundado em 973 pelo príncipe Boleslau. Junto ao Convento, encontra-se a Basílica de São Jorge, considerada a igreja em estilo românico mais bem preservada da cidade.

Descendo a rua, chegamos à gracinha da Viela Dourada, formada por casas pequeninas e coloridas construídas no século 16 para alojar os guardas e artilheiros do castelo. Ganhou o nome de Viela Dourada por causa dos ourives que passaram a morar ali no século 17.

Viela Dourada
A linda Viela Dourada

No século 19, a área se deteriorou e foi ocupada por pobres e marginais. Entre 1916 e 1917, na casa de número 22, viveu por alguns meses o escritor Franz Kafka (1883-1924), um dos maiores escritores do mundo, autor de “A Metamorfose”.

Por volta de 1950, percebendo o potencial turístico do local, os moradores da Viela venderam, alugaram ou reformaram as casas, resgatando o charme original. Hoje, lojinhas e livrarias ocupam as casinhas. Outras casas foram reformadas e mobiliadas de acordo com a época dos ourives. É interessantíssimo observar como eles conseguiam viver em um espaço tão pequeno.

Castelo de Praga
Torre Dalibur

Descendo a escadinha ao final da Viela, encontramos a sinistra Torre Dalibor, do século 15, que servia de prisão. Seu nome deve-se ao seu primeiro prisioneiro, um cavaleiro condenado à morte por dar abrigo a servos fugitivos. O local é de arrepiar e preserva instrumentos de tortura e o calabouço original.

Há dois tipos de tickets, para visita longa e para a curta. Nós ficamos com a visita curta, pois esta já dá direito a conhecer as principais atrações, que são justamente o Palácio Real, a Basílica de São Jorge, a Viela Dourada com a Torre Dalibur e a Catedral de São Vito. Custa 250 coroas tchecas ou cerca de 25 reais. Mais informações sobre os tickets aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s