Vale do Reno – Alemanha

O trecho do rio Reno (Rhein, em alemão) conhecido como Vale do Reno, situado entre as cidades de Mainz e Koblenz, reúne a maior concentração de castelos do mundo. Em 2002, o Vale do Reno, seus castelos e cidadezinhas medievais entraram merecidamente na lista de Patrimônio Mundial da Unesco.

O passeio pelo Vale do Reno é de puro deslumbramento, do começo ao fim. Diariamente, barcos de turismo da companhia KD percorrem quase todo o Vale do Reno, parando nas principais cidades.

Cruzeiro rio reno
Barcos da KD

Nós optamos por fazer o passeio completo, começando em Mainz e seguindo até Koblenz, mas os principais castelos começam a aparecer a partir de Rüdesheim e Bingen, que ficam frente a frente. O ticket é caro, custa pouco mais de 55 euros por pessoa para o trecho Mainz/Koblenz (se você optar por começar em Rüdesheim ou Bingen o preço cai para 34 euros), e dá direito a paradas em qualquer uma das cidadezinhas.

Vale do Reno - kd

Só é preciso consultar a frequência dos barcos. Nos finais de semana e na alta temporada, há mais opções de horários (consulte aqui).

Todas as cidades são encantadoras, mas Rüdesheim am Rhein é definitivamente a parada obrigatória. Parece uma cidade de brinquedo, saída de um conto de fadas ou de um filme do Harry Potter. A Drosselgasse é a rua mais linda que eu já vi (leia o post aqui).

Vários restaurantes na Drosselgasse
Vários restaurantes na Drosselgasse

Os castelos são uma surpresa atrás da outra. Alguns são apenas ruínas. Outros são majestosas construções que resistiram ao tempo ou foram reformadas para se tornarem hoteis de luxo.

Vale do Reno - castelo

É um encanto observar a sucessão de castelos aparecendo suavemente, ora na margem direita, ora na esquerda. Foi um dos passeios mais lindos que já fiz na minha vida.

Vale do Reno - castelos

Entre os destaques está o curioso castelo de Pfalzgrafenstein. Erguido em 1327, em uma pequenina ilha, cobrava pedágio dos navios que passavam pelo Reno, prática que permaneceu até o século 19.

Pfalzgrafenstein
Pfalzgrafenstein com o Castelo de Gutenfels ao fundo

Praticamente no meio do trajeto, encontra-se o rochedo Lorelei. Conta a lenda que ali vários navegantes foram atraídos para a morte pela lendária sereia. Na verdade, este trecho do Reno é estreito e profundo e, por isso, vários acidentes aconteceram ali ao longo dos séculos.

Vale do Reno - lorelei

Na cidade de St Goar, logo após o rochedo, encontra-se o castelo, ou melhor, as ruínas de Burg Rheinfels, fundado em 1245 e destruído por forças francesas em 1797. Este castelo, em seus tempos de glória, havia sido um dos mais importantes centros da vida da corte da região. Hoje, abriga um hotel e um museu sobre a história do castelo.

Vale do Reno
As ruínas do Castelo de Rheinfels

Um dos mais belos castelos, que parece saído de um conto de fadas, é o Marksburg.

vale do renoConstruído no século 12 para proteger a cidade de Braubach, ele é o único castelo que nunca foi destruído. Na época de Napoleão, chegou a ser usado como prisão. Na segunda guerra mundial, o castelo foi danificado pela artilharia americana.

Marksburg Castle
Castelo de Marksburg

Quase chegando em Koblenz, vemos o magnífico Schloss Stozenfelz, erguido no início do século 19 para ser a residência de verão do rei prussiano Frederico Guilherme IV. O local, no século 13, abrigava uma fortaleza militar, que foi destruída em 1689 durante a Guerra de Sucessão do Palatinado.

Vale do Reno
O lindo castelo de Stolzenfels

Durante todo o percurso, avistamos vinhedos perfeitos, subindo as montanhas. A região é uma famosa produtora de vinho. Há várias vinícolas em praticamente todas as cidades da região, sendo que algumas oferecem degustação.

Vale do Reno - vinhedos

Reserve o dia inteiro para este passeio. Nós saímos de barco pouco antes das 9h de Mainz, paramos em Rüdesheim e seguimos para Koblenz, onde chegamos por volta das 18h30. Como estávamos hospedados em Mainz, fizemos o trajeto de volta de trem, que custa uns 10 euros por pessoa e leva apenas 1 hora.

Anúncios

12 comentários

  1. Olá, vou para Frankfurt semana que vem e como o inverno está chegando, os horários desse barco são + restritos. Achei 2 opções para fazer cruzeiro no Reno: um cruzeiro que sai de FRA mesmo e vai até a Loreley e depois a volta seria de trem (logística é mais fácil) ou outro que sai de Rüdesheim e vai até Koblenz (o que vc fez), mas teria que acordar MUITO cedo pra conseguir chegar lá a tempo (tipo 5 da manhã e não estava muito a fim não) – outra solução é dormir uma noite em Rudesheim mas não queria pagar o hotel sendo que o de FRA já está pago rs (e não está fácil conseguir hotel super barato em Rudesheim pra essa noite). Então a pergunta é: vale a pena fazer o cruzeiro só até a Loreley ou a melhor parte é de lá até Koblenz (que eu perderia na 2a opção)? Obrigada!!!

  2. Boa noite. Passarei 5 dias no Vale do Reno e gostaria de saber se vale a pena pernoitar em Wiesbaden, quero conhecer um spa, depois dormiria no meio do caminho mas não me decidi em qual cidade. Rudsheim é muito sossegada a noite? Tem comércio aberto? Restaurantes? Irei no começo de outubro. Depois irei passar 2 noites em Koblenz. Que tal esse roteiro? Obrigada

    • Oi, Sandra! Se eu tivesse que dormir no meio do caminho, sem dúvidas escolheria Rudsheim! É a cidade mais encantadora e com a melhor infraestrutura para o turismo, com mtas opções de restaurantes.

  3. Oi Boa tarde, estou indo com meus dois filhos para uma viagem de inverno e pretendemos fazer o Vale do Reno em uma semana.
    Pergunta: Vale a pena ir de carro, trem ou barco?
    Sairemos de Colonia com destino a Amsterdan.
    Obrigado
    Regis

    • Eder, depende do tipo de viagem que quer fazer. Eu gosto da liberdade que o carro me dá, poder parar onde quiser, entrar ou não em todas as cidades do caminho. Optaria pelo carro sem dúvida.

  4. Bom dia! Parabéns pelo post, muito legal e está me ajudando muito!

    Se possível gostaria de tirar uma dúvida. O itinerário que vi da KD sempre começa em Coblença. Mas eu gostaria de iniciar em Rudeshein. Será que tem o passeio saindo dessa cidade?

    Obrigada e Abraços!

  5. ola , estou adorando seus comentarios a respeito da descida do Reno, entao estarei em Frankfurt agora dia 25 de setembro e quero fazer a descida a partir de Rudsheim, vou pernoitar por la entao como faço para voltar a Frankfurt apos o termino do passeio em Koblenz

  6. Começando uma nova serie de posts sobre o Vale do Reno no blog com várias dicas bem detalhadas, inclusive do Mosela, quem quiser acompanhar os posts estão em http://avidadoviajante.blogspot.com ou curtam http://www.facebook.com/avidadoviajante :

    1) Vale do Reno Parte I – De Niederwalddenkmal até o Burg Rheinstein
    2) Vale do Reno Parte II – Burg Reichenstein e Burg Sooneck : Os Castelos dos Barões Gatunos
    3) Vale do Reno Parte III – Bacharah
    4) Vale do Reno Parte IV – Como é dormir em um verdadeiro castelo medieval, o Burg Schonberg
    5) Vale do Reno Parte V – Burg Mause, Burg Katz , Marksburg e Loreley
    6) Conhecendo o Vale do Mosela : Burg Eltz
    7) Conhecendo o Vale do Mosela : Trier e Bernkastel Kues
    8) Conhecendo o Vale do Mosela : Cochem
    9) Conhecendo o Vale do Reno e Mosela : Koblenz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s