Arco do Triunfo, a melhor vista de Paris

Arco do Triunfo
Vista a partir do Arco do Triunfo

Subir a Torre Eiffel é um programa obrigatório para a maioria dos turistas que visita Paris pela primeira vez. De fato, é um programa imperdível e, para os apaixonados por Paris, como eu, chega a emocionar. Mas, na minha opinião, a melhor vista da cidade não é a da Torre Eiffel e sim a do Arco do Triunfo.

Vista do Arco do Triunfo
Torre Eiffel vista a partir do Arco do Triunfo

Como Paris é relativamente plana, com poucos edifícios altos que poderiam obstruir a visão, não é necessário subir os 324 metros de altura da Torre Eiffel para ter uma bela vista da cidade. Os 50 metros do Arco do Triunfo são mais do que suficientes.

Outro diferencial é que o Arco do Triunfo parece ter sido construído para ser o centro da cidade. Do Arco, nascem 12 avenidas, entre elas a magnífica Champs-Élysées. A incrível arquitetura da cidade e o alinhamento perfeito das avenidas e construções que contornam a praça, chamada Place de l’Étoile, enchem os olhos.

O Arco do Triunfo é uma obra de Napoleão, que o mandou construir em 1806 após a vitória da Batalha de Austerlitz. O monumento só foi inaugurado 30 anos depois, em 1836.

Durante a I Guerra Mundial é que surgiu a ideia da homenagem ao Soldado Desconhecido, em honra a todos os mortos pela pátria. A chama da lembrança foi acesa em 1923 e nunca se apagou.

Arco do Triunfo
Escadas no Arco do Triunfo

O único porém são os degraus intermináveis em uma escadaria apertada, em caracol. São mais de 280 degraus. Antes de chegar ao terraço, há o ático onde estão expostas algumas esculturas e uma miniatura do Arco do Triunfo.

Em seu exterior, o Arco traz esculturas em alto relevo belíssimas, relacionadas sempre às batalhas e à luta pela liberdade. Nas paredes inferiores, estão gravados nomes de batalhas e de generais da época da Revolução Francesa.

Para chegar ao Arco do Triunfo, há uma passagem subterrânea. Isso porque o trânsito na rotatória da Place de l’Étoile é simplesmente impossível!

Enfrentar o trânsito ali foi uma das experiências mais estressantes da nossa estada em Paris. Imagine 12 avenidas convergindo na mesma rotatória. Loucura total.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s