Florença, uma aula de história e de ginástica!

florença
Praça da Catedral

Viajar para qualquer lugar do mundo é uma aula de história. Dependendo do lugar, a viagem pode se tornar também uma aula de ginástica! Isto porque há tantas atrações turísticas que ficamos o dia inteiro andando de um lado para o outro, encantados, perdendo facilmente a noção das horas. Apenas ao final do dia, exaustos, é que percebemos o quanto caminhamos, descemos e subimos escadas, sem nenhum descanso.

Vista do Duomo
Campanário de Giotto visto do Duomo

Em Florença, o nosso primeiro dia foi um intensivo de step. A belíssima Praça da Catedral reúne o Duomo e o Campanário de Giotto. Pagando-se, temos o prazer de subir as duas atrações para desfrutar de vistas maravilhosas. O detalhe: no Duomo, são 463 degraus e no Campanário, 414.

Começamos pelo Duomo, a cúpula da Basílica di Santa Maria del Fiore, feita toda em mármore. As escadas estreitas, em muitos trechos, permitem que apenas uma pessoa passe de cada vez. O calor é insuportável. Mas, chegando ao topo, esquecemos de todo o suor. A vista é magnífica.

Assim que descemos o Duomo, já sugeri emendarmos o Campanário, para espanto do meu marido. Pensei no seguinte: do Duomo, temos uma visão belíssima do Campanário. Então, do Campanário, teremos uma visão maravilhosa do Duomo!

vista do campanário de giotto
O Duomo visto do Campanário de Giotto

E lá fomos nós enfrentar mais uma fila para comprar os tickets e subir os 414 degraus do Campanário. A subida é mais agradável (na medida do possível!), pois as escadas, apesar de estreitas, são regulares e há áreas de descanso com bastante ventilação, ao contrário do Duomo.

Ver a cúpula lá do alto realmente compensa. A cúpula do Duomo foi projetada por Filippo Brunelleschi. Já a bola em seu cume, feita de bronze dourado, foi realizada por Verrocchio em 1468 e a cruz foi colocada seis anos depois, quando Leonardo da Vinci já era um de seus aprendizes (informações de Deyse Ribeiro, do passeiosnatoscana.com).

Depois de descermos o Campanário, pausa obrigatória para descanso. Ao redor da praça, há vários restaurantes e acabamos jantando por lá, admirando a vista.

Se me perguntarem, não sei dizer qual das duas vistas foi a mais bela. Cabe a cada um decidir qual atração subir e, se tiver fôlego, não tenha dúvidas, suba as duas!

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s