Cataratas do Iguaçu – Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú

Foz do Iguaçu
Cataratas do Iguaçu (lado brasileiro)

A pouco mais de 600 km de distância de Curitiba, Foz do Iguaçu é um dos pontos altos do turismo no Paraná. As Cataratas do Iguaçu, uma das sete maravilhas da natureza, são formadas pelas quedas do rio Iguaçu. O número de saltos depende da vazão do rio, ultrapassando facilmente os 100 nos períodos de média vasão. O maior volume de água ocorre de outubro a março.

Puerto Iguazú
Garganta do Diabo (lado argentino)

Dos 19 principais saltos, cinco estão do lado brasileiro. Os demais encontram-se no lado argentino, em Puerto Iguazú. Como a maior parte dos saltos está voltada para o Brasil, o lado brasileiro tem a melhor vista. Porém, o lado argentino proporciona um roteiro mais emocionante. Chegamos pertinho da Garganta do Diabo e o percurso passa por cima de várias quedas. Mas não tem como escolher. É preciso conhecer os dois lados.

No lado brasileiro, a caminhada é agradável e tranquila. Um ônibus percorre os 10km do Centro de Visitantes ao início da trilha. Ao final da trilha, chegamos à passarela da Garganta do Diabo. Dependendo da vazão do rio, a passarela fica interditada. Impossível sair de lá sem se molhar. Os preços dos ingressos podem ser conferidos no site.

Chegar ao lado argentino é uma tarefa fácil, pois as ruas são bem sinalizadas. A única confusão é a tal da Carta Verde, um seguro tipo DPVAT que é obrigatório para veículos de outros países circularem na Argentina. Quando fomos, em 2009, fomos alertados sobre a Carta Verde mas um guia que encontramos próximo dos guichês da imigração argentina nos explicou que o seguro era solicitado apenas em blitzes dentro da Argentina e não pelos agentes da imigração. Como só íamos para as cataratas e não tínhamos intenção de passear pela cidade de Puerto Iguazú, corremos o risco e não compramos a Carta Verde. Mas não recomendamos, pois caso seja pego sem o seguro, paga multa e é obrigado a retornar ao Brasil sem conhecer as cataratas. Há movimento para abolir a Carta Verde (leia matéria sobre o assunto), mas por enquanto continua valendo. Informe-se.

Puerto Iguazú
Trem da Selva, em Puerto Iguazú

No parque, pega-se um trem para chegar à Garganta do Diabo. É uma delícia fazer este percurso com o trenzinho. A caminhada até a Garganta do Diabo percorre 2 km em meio à natureza e é deslumbrante. Os mirantes permitem chegar muito perto das quedas. São 80 metros de altura. As nuvens de vapor inundam o ambiente. Em um dia de muito calor, é refrescante. Mas se prepare para voltar bem molhado…

Confira o preço dos ingressos no site.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s