Os prós e os contras de um cruzeiro

island star
Piscinas do Island Star em dia de sol

Quando decidimos fazer um cruzeiro, nosso principal objetivo era ver a queima de fogos no reveillon de Copacabana. Nem preciso dizer que a viagem valeu a pena só por isso. Porém, os nove dias que passamos dentro do navio não foram só de alegria.

Nossa rota foi Santos-Búzios-Rio de Janeiro-Ilha Bela-Florianópolis-Porto Belo-Santos. O Island Star, o navio que escolhemos, comporta 1.874 passageiros em 753 cabines. De fato, é impressionante viajar em um navio desse porte. Há restaurantes 24 horas, cassino, teatro de dois andares, academia, boate, piscinas… Passamos os primeiros dias deslumbrados com tantas opções.

Tender para desembarque dos passageiros

Os problemas começam no primeiro desembarque. Na maioria dos destinos, o trajeto do navio até a cidade é feito em tenders, com capacidade para cerca de 90 passageiros. Faça as contas e deduza o tempo que leva para desembarcar todos os passageiros. As filas para desembarque começam a se formar cedo e é um pouco frustrante perder horas ali, sabendo que as paradas duram pouco tempo. Normalmente, o navio chega de manhã ao destino e parte no final da tarde. No Rio, por exemplo, o navio que estava previsto para chegar às 10h acabou atracando apenas às 11h devido à superlotação de navios de cruzeiro no porto e a partida já seria às 16h. Pouquíssimo tempo para quem visita a cidade pela primeira vez.

Por isso, não vale a pena fazer um cruzeiro se a sua intenção é conhecer as cidades. O cruzeiro só vale para quem quer curtir o navio e as vistas privilegiadas que se têm do alto-mar. Dentro do navio, vende-se city tours a preços absurdos. E o pior é que na maioria das vezes é a única opção para o turista que quer conhecer a cidade sem medo de perder o embarque de volta ao navio, pois se a excursão atrasar o navio espera.

Outra coisa irritante. Em dias de sol, a lotação da piscina é total. Alguns passageiros chegam cedo, guardam lugar com toalhas o dia inteiro e é difícil achar cadeira de sol livre. Por outro lado, quando chove, o dia demora para passar…

Enfim, fazer um cruzeiro é uma experiência interessante e que tem os seus prós e contras, como tudo na vida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s